quinta-feira


Dia do Trabalho ou Dia da Pelegada ou para onde vai nossos impostos.

Informa a Folha: “A Caixa Econômica Federal deu R$ 630 mil para as três centrais -R$ 300 mil para a CUT, R$ 200 mil para Força e R$ 130 mil para a UGT- para várias ações de cidadania e festas, segundo a instituição. A Petrobras informa que é ‘tradicionalmente patrocinadora dos eventos relacionados ao Dia do Trabalhador’ e neste ano concedeu R$ 800 mil a três centrais -CUT (R$ 400 mil para quatro ações paralelas ao 1º de Maio), Força (R$ 250 mil) e UGT (R$ 150 mil). A Eletrobrás também patrocinou a festa da UGT com R$ 100 mil, segundo informa a central.”

Tudo em casa...

Luiz Marinho, ministro, ex-presidente da CUT.

O ministro da Previdência Social, Luiz Marinho, nasceu em Cosmorama (SP) há 48 anos, é casado e tem dois filhos. Bacharel em Direito, iniciou sua trajetória como metalúrgico na década de 70. Seu primeiro e único registro em carteira é de julho de 1978, data em que foi contratado para trabalhar na seção de pintura da Volkswagen de São Bernardo do Campo (SP), onde também começou sua carreira sindical como membro da CIPA, cargo para o qual foi reeleito na gestão seguinte. Em 1984, foi eleito tesoureiro do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. Nas gestões seguintes assumiu os cargos de secretário-geral e vice-presidente. Em 1996, foi eleito presidente do sindicato, cargo para o qual foi reeleito mais duas vezes (1999-2002 e 2002 até 2003).

http://www.previdenciasocial.gov.br/pg_secundarias/previdencia_social_12_02.asp

Um comentário:

Kijar disse...

See Please Here